Porque tudo acaba...

Posted by Uma Coral chamada Petra on segunda-feira, 17 de maio de 2010

Acabaram também as minhas palavras para ti.
Já não quero sequer lembrar-te.
Não direi para sempre, mas por agora e por muito mais tempo sei que não faz sentido escrever para e sobre uma pessoa que já não reconheço. A pessoa a quem dirigi todas estas palavras, deixou de existir, e duvido que volte a reencontra-la.
Um dia disse que "matei" a pessoa que era para ti. E "matei", mesmo que lentamente...
E durante estes últimos dias percebi que a tua "morte" em mim era inevitável. Não te dou espaço para uma única palavra que seja.
Acabas de "morrer" em mim.
E o " As Palavras Que Sempre Te Direi " deixa assim de ter voz.
Porque sim...é verdade quando dizem que mais dia, menos dia... tudo acaba.

15 comentários:

Menina do cantinho disse...

Olá!
Tenho seguido este blogue, no entanto penso que nunca comentei.
Hoje decidi comentar apenas para lhe desejar boa sorte nesta longa caminha que é a vida.

Beijinhos
Menina do Cantinho

Poetic GIRL disse...

É um dia acordamos e damos conta de que aquele sentimento que alimentamos deixour de existir. E ainda bem que assim é senão ficaríamos sempre presos aos outros... bjs

P.S. Se criares outro espacinho não te esqueças de avisar...

Paula disse...

Depois de um longo percurso é bom saber que afinal existe sempre um fim mesmo que por vezes seja tão invisivel que parece não passar de uma ilusão. Afinal sempre existe. (.

Robin K disse...

Gostava de conseguir fazer isto...

Violet* disse...

Às vezes esse fim é mais libertador do que pensamos que seria, e quando tudo acaba parece que foi tão facil...

excelente post

Lavadeira disse...

agoRA QUE o tasquinho tava tão giro!...:(

Lavadeira disse...

BLUFF?!

Evelyn Santos disse...

Por varias vezes me encontrei nas palavras que escrevia. Por varias vezes desejei que seus dias de sofrimento fossem menos dolorosos. Por varias vezes conclui que nós temos que passar por varios obstaculos na vida, pra saber-mos o que verdadeiramente querermos pra nossa vida.
Hoje você sabe o que quer da sua e felizmente concluiu o que é melhor para ti.
Como já não tens mais palavras para escrever neste espaço,creio que escreveras em outro. Não deixe de avisar!

Fique bem, e saiba que tudo na vida tem ; Inicio, Meio e Fim.

Beijos e Boa Noite.

Nádia disse...

"Às vezes tu dizias: os teus olhos são peixes verdes!
E eu acreditava.
Acreditava,
porque ao teu lado
todas as coisas eram possíveis.

Mas isso era no tempo dos segredos.
Era no tempo em que o teu corpo era um aquário.
Era no tempo em que os meus olhos
eram os tais peixes verdes.
Hoje são apenas os meus olhos.
É pouco, mas é verdade:
uns olhos como todos os outros.

Já gastámos as palavras.
Quando agora digo: meu amor...,
já não se passa absolutamente nada.
E no entanto, antes das palavras gastas,
tenho a certeza
de que todas as coisas estremeciam
só de murmurar o teu nome
no silêncio do meu coração.
Não temos já nada para dar.
Dentro de ti
não há nada que me peça água.
O passado é inútil como um trapo.
E já te disse: as palavras estão gastas.

Adeus" - Eugénio de Andrade


(Como te compreendo...)

O maneger disse...

A coisas na vida que por mais que tentes não tem remedio, e como a vida quando nascemos ja temos marcado o final.
gosto do que dizes tem sentimento...um beijo

Mimo disse...

Minha querida,

Que história é essa de ficar sem voz? Vamos lá levantar esse rosto, ganhar fôlego, decorar o dia com um sorriso e seguir em frente!!!
Vamos lá continuar a escrever! Se não é sobre isto, será sobre aquilo. O teu blog deverá espelhar quem tu és, carregado com os teus sentimentos e desejos seja lá em que capítulo esteja a tua vida! É a tua vida, lembraste? O "teu" espaço. Não deixes que a tua vida se guie por apenas um acontecimento. A vida é tão bela!
Quero, porque quero, que o teu próximo post seja colorido, radiante,...
Vamos lá! Não te deixes levar pelo ciclo menos bom da tua vida, tu continuas a ser tu!

Beijinhos

Patricia disse...

olá.. descobri o blogue apenas depois de acabar e confesso que não consegui parar de o ler, do principio para o fim e de me rever em tantos dos posts que escreveste, por razões diferentes das tuas, por causas distintas, mas acho que já houve em algum momento da minha vida, vontade de dizer e escrever tudo aquilo que aqui expressaste.. e muitas das vezes n o fiz porque não tive coragem... guardei-o para mim e para alguns mega bytes do disco do pc onde guardo as "cartas que nunca enviei".. por isso obrigada... é catártico ler o blog e espero que tenha sido catártico escrevê-lo. beijinhos e espero que nunca mas nunca fiques sem voz

summer disse...

não é o fim, é o inicio de uma nova etapa :)

mariana fernandes. disse...

http://alisonexpiracao.blogspot.com/

Chérrie disse...

sinto o mesmo, acho que retratas-te impecavelmente.