É de ter pena...

Posted by Uma Coral chamada Petra on terça-feira, 22 de setembro de 2009


Hoje sonhei contigo...e com ela. No sonho tinha-lhe um ódio de morte. Tanto que o encontro até foi um bocado violento. Mas isso foi só no sonho, porque o sentimento da vida real está mais associado a pena do que a ódio.
É de ter pena quando as pessoas se contentam com sentimentos mornos. É de ter pena de alguém que te oferece presentes a roçar uma imitação rasca dos presentes que eu te oferecia. É de ter pena de uma gaja que abana de cada vez que tu falas comigo. É de ter pena que tu, uma pessoa tão cheia de qualidades, te contentes com o pouco que te saiu na rifa pela altura da noite das bruxas.
Às vezes é mais fácil agarrarmos o que está mais à mão do que não deixarmos fugir o que realmente nos faz estremecer a alma...

25 comentários:

Pétala disse...

Querida, parabéns por esse texto. A última frase, então espetacular!

Beijos e pétalas.

Paula disse...

é de ter pena mesmo, mas a escolha nao e nossa, nem depende directamente de nos. O que nos cabe em sorte é lamentar a perda, sofrer, sofrer, erguer a cabeça seguir em frente, e tentar sempre sorrir que é isso que importa e nao podemos passar a vida toda à espera de algo incerto e sofrer por quem nao merece apesar de nao ser algo tao facil de fazer como aparenta. Falar é facil. fazer é mais dificil.

:)

Marlene Fernandes disse...

coragem tens uma meta para atingir e essa meta és tu... deixa que o destino faça o resto, se tiver que ser é... não deixes que o teu arco-iris perca as cores só porque continuas a espera

beijinhos

João Pedro disse...

É por isso que no caminho mais fácil, geralmente, falta sal...
Está insonso.
É no caminho mais difícil que se encontra todo o sabor. ;-)

milhita disse...

É essa a diferença entre viver e respirar, apenas.

No final, ficam sempre as memórias, vivemos ou apenas andamos dormentes a comer as migalhas que nos sustentam?

Nos sonhos, sobra o que verdadeiramente somos, e a mim, pareces-me uma alma grande!

Uma Coral chamada Petra disse...

Obrigada Pétala. Volta sempre. Beijinhos


Paula: Eu ja ultrapassei a perda...mas jamais me calarei sobre aquilo que penso ...ainda mais quando se trata de alguem que foi importante para mim...

beijinhos**

Marlene: Se há coisa que nao sei fazer é esperar. E nao...eu nao espero por esta pessoa, o que nao quer dizer que nao tenha ainda muito para lhe dizer.
bjs***

Joao Pedro: Assino por baixo do que disseste. Obrigada pela visita, beijinhos***


Milhita: Obrigada ... " Nos sonhos, sobra o que verdadeiramente somos, e a mim, pareces-me uma alma grande! " . Muito obrigada pelas tuas palavras. beijinhos

isa meireles disse...

mudança de ''casa'' , vou andar por este lindo espaço :)
antigo : http://peakofdream.blogspot.com

um abraço ! *

Sonhadoremfulltime disse...

Não era minha intenção comentar este post em particular. Quis o acaso que seguindo hiperligações e aqui parei, e adorei o que vi e li.
Apreciei-o por um todo, porque o tempo não permite a minuciosidade que merece. No entanto fica a promessa que voltarei.

http://sonhoemmim.blogspot.com/

http://a-traicao-do-u.blogspot.com/

Mena disse...

Olá...
Sabes, costumo dizer que quem gosta do mais ou menos nunca vai saber o que é bom....
Mas, neste caso, se teve bom e foi para o poucochinho..... se calhar merece isso mesmo...
Se não sabe dar valor ao bom... pode ser que um dia se lembre do que teve... e do que está a seu lado.... se calhar tarde.... ou tarde demais...
Beijinho

Sonhadoremfulltime disse...

Da primeira vez que aqui estive, apenas referi o belo espaço que pude observar.
Mas, como o prometido é devido, aqui estou para comentar um texto que me deixou a arrepiado pela autenticidade das palavras.
Pela coragem das letras que fez dar forma a um texto inebriante de coragem.
Se ler alguns textos meus, concluirá que me revejo por inteiro e visto o fato cinza do rebanho, ao interpretar esse soberbo e último paragrafo.
Obrigado pelo belíssimo texto.

Nelson Soares disse...

Sendo certo que facilidade não corresponde nada a qualidade...


Stay Well*

Luz disse...

É de facto de ter pena, concordo em pleno. Infelizmente para muitos é o mais fácil, o mais cómodo que prevalece, recusando antes um sentimento que nos dá felicidade, que nos realiza, que estremece e arrepia, por isso, muitas vezes deixamos escapar a oportunidade que nos é dada por entre os dedos, não vivemos o verdadeiro sentimento, o amor intenso e total que podemos ter ao lado de alguém que é de facto especial e importante. Quem desperdiça esta dádiva um dia vai lembrar-se e, vai contorcer-se de dor pelo que não soube agarrar, vai olhar para o lado e dizer para si mesmo "como o pude fazer..."
Como diz Rainer Maria Rilke "Amar é difícil e, os homens fogem ao difícil."
Parabéns pelo texto, o último parágrafo é excelente, assenta que nem uma luva a muitos que andam neste mundo e nunca saberão em pleno o que é provar o verdadeiro sentido da vida, falta-lhes alma...
É de ter pena, pois eu digo o mesmo, tenho pena...

Anónimo disse...

amei!

cláudia disse...

Sem dúvida, que realmente, temos de sentir pena!
Está lindo! Adorei! (:

Libânia Filipe disse...

Belíssimo!

Fuxa disse...

Fiquei sem palavras ... :O !
Fantástico !
Bjinho*

Lua Escondida* disse...

Concordo taanto com a ultima frase! É sempre melhor irmos pelo caminho mais fácil, que não nos dá luta!
Se fosse há uns tempos atrás via-me taanto neste texto! Agora não, já passou! MAs está lindo!

Beijinho*

disse...

Gostei e identifikei-me bastante com o texto... circunstancias da vida!

Beijo!

Black Horse disse...

Realmente 'é de ter pena...' ... :)

As coisas que perdemos na vida são a prova de que nunca foram feitas para nós...

Miminho no meu blogue :)*

Ana disse...

Verdade tb acho que a vida deve ser tudo ou nada, preto ou branco. O cinzento não é nada,

Sirigaita disse...

hey there ;)
ja te respondi no blog mas respondo aki tb.eu acho ke a festa foi prai em 99 ou 2000 no maximo dada a minha idade na altura .So tinha uns 16 ou 17 anitos.
E sim tudo o ke esta no blog aconteceu..é basicamente contar a minha vida desde a adolescencia :)

Kiissssss

mário disse...

Como sempre grande texto...
É pena que a maior parte das pessoas sintam o amor como algo banal.
Mas a palavra amor verdadeiramente tem muito que se lhe diga...

Como digo sempre muitas pessoas não vivem, apenas existem...

Beijinho

MJB

gimbras.nofuturo.com disse...

Já lá vai um anito (pelo menos)...

Daniela e Yolanda disse...

Às vezes é mais fácil agarrarmos o que está mais à mão do que não deixarmos fugir o que realmente nos faz estremecer a alma...

Simplesmente lindo :)
E acredita, é de ter pena mesmo =/

Rafaela Miranda disse...

ESTÁ INCRÍVEL MESMO!! Adorei... Mas diria antes que por pessoas como essas não se deve sentir pena (porque pena já sentem elas por elas próprias) mas sim, desprezo.