Lembrei-me...

Posted by Uma Coral chamada Petra on sexta-feira, 10 de abril de 2009

foto:Autor(a) Daniel Pedrogam / Modelo: Irina Brovichka

Lembrei-me das expressões coniventes e consumadas, das comunicações compulsivas e fatais, do tempo extraviado e dos instantes perdidos.
Lembrei-me que se calhar tu já nem te lembras de quem sou, de quem fui e do que vou ser. Dos sonhos que tiveste, dos sonhos que te criei. Das minhas quimeras e visões alargadas sobre o mundo e as pessoas.
Lembrei-me das minhas emoções destiladas, do tanto que chorei. De quando me agarraste a cara com as duas mãos, ma ergueste e me disseste com os olhos cheios de água que me amavas, mas que tinhas a certeza que iríamos por caminhos contrários.
Tinha-te mostrado todos os lados da vida, apresentei-te desordens e perturbações, e isso tu sabias que não querias mais.
O amor não vence tudo. Foi essa uma das grandes lições da nossa história.
Pergunto-me como verás tu o amor depois de tudo o que nos aconteceu.
Como será esse teu novo amor, se consegues vive-lo sem receio, sem duvidas…
Se tal como eu, tens medo de não conseguir voltar a amar com a intensidade com que me amaste a mim...

14 comentários:

Anónimo disse...

Oi petra

"Lembrança - algo presente na memória..."
Mas a vida não pode ser só feita de lembranças... apesar de certas lembranças nos fazer bem relembrar para sempre...
e apesar de ao longo da vida nos surgir vários caminhos a seguir, e o que escolhermos não for o mais acertado, vamos ter que o superar por muito que nos custe... e quem sabe algum dia quando memos esperarmos vamos acertar no caminho.. ;)


Beijinho


MJB-MX

Naja disse...

E eu aqui.... a recordar o futuro.

Su'e disse...

lindo , como todos os textos .
como verá ele o amor ?

Anne disse...

o amor nao basta para que duas pessoas permaneçam juntas... é necessário cuidar dele e que ele seja fortalecido com outros laços, por vezes considerados insignificantes... como uma plabta que se nao for cuidada morre... nao se pode viver so de amor e uma cabana...

Uma Coral chamada Petra disse...

Mjb-Mx :

Quero agradecer as tuas visitas e os comentarios. Fico muito grata.

Quanto ás lembranças, nao conseguimos evita-las, no meu caso, felizmente sao as lembranças de algo alegre. Porque apesar do amor que acabou, ou que se interrompeu, continuo a recorda-lo como algo especial na minha vida.

E sim, todos vamos acertar no caminho...um dia.

beijinhos


Petra

Uma Coral chamada Petra disse...

Naja:

Recordar o futuro? Isso pode querer dizer tanta coisa...mas tanta!!!

Obrigada pelas visitas e pelas palavras.

um beijo com carinho

Petra

Uma Coral chamada Petra disse...

Su´e:

Obrigada pelo elogio ao texto.

Como verá ele o amor? Vamos perguntar-lhe?

beijinhos

Petra

Uma Coral chamada Petra disse...

Anne:

Concordo com tudo aquilo que disseste...porque é bem verdade que o amor , por si só nao chega.

Obrigada pela visita e pelo comentario.

beijinhos

Petra

Pétala disse...

Teu blog é muito lindo, parabéns!
Petra, há pessoas que só sabem amar quando não há problemas.
Beijos e pétalas!

Uma Coral chamada Petra disse...

Obrigada Pétala pela visita e pelo comentario. Ainda bem que gostaste . Espero que voltes.

beijinhos

ParadoXos disse...

lembra sempre - se for assim estará sempre presente!

abraços

Plínio Gomes disse...

Bom, para começar, uma linda fotografia. Depois, um texto cheio de sentimentos, verdades e incertezas. O amor junto pode não vencer tudo, mas ao nosso direito de recomeçar nada de medos, apenas vivê-lo. O amor é uma dádiva e a cada nova vivência, nova vida, novos desejos.
Amei o blog, voltarei sempre.
Abraço perfumado

Danielle Freitas disse...

Intenso!
Lindo blog!

Anónimo disse...

Eu não diria intenso...diria mais verdadeiro! è impressionante a quantidade de lagrimas, raiva ou simplesmente sentimento... que "plantas" nestes textos...

*